sexta-feira, junho 15, 2012

Hotelaria com redução nos hóspedes, dormidas e proveitos em Abril de 2012

As dormidas dos estabelecimentos hoteleiros atingiram 3,3 milhões em Abril de 2012, menos 5,7% do que no período homólogo do ano anterior. Para este resultado decrescente contribuíram os residentes (-20,8%), já que os não residentes registaram um ligeiro aumento (+1,9%). Dos principais mercados emissores destacaram-se pela positiva o irlandês, o brasileiro e o francês.
Os proveitos continuaram uma tendência decrescente, com quedas homólogas de 6,8% para os proveitos totais e de 5,8% para os de aposento.

Fonte: INE.pt (15/06/2012)

quarta-feira, fevereiro 01, 2012

Portugueses cortaram nas viagens em 2011

As deslocações turísticas caíram 0,6% até Setembro para 11,6 milhões. Quebra foi mais expressiva nos destinos internacionais e optou-se por estadias de curta duração.

No total, foram efectuadas 11,6 milhões de viagens entre Janeiro e Setembro, o que significou uma redução de 0,6%. Estas deslocações deram origem a 56,7 milhões de dormidas, revelou hoje o Instituto Nacional de Estatística.

Foi essencialmente por lazer, recreio ou férias que os portugueses se deslocaram neste período, sendo que este motivo representou 50,1% das viagens. No entanto, verificou-se um abrandamento de 8,8% face a 2010, com as deslocações a acontecerem mais por visita a familiares e amigos. Esta razão pesou 38,5% - mais 11,3% do que no ano anterior.

Das viagens realizadas, cerca de 10,5 milhões tiveram como destino o território nacional, o que significou um acréscimo de 0,2%. Já as deslocações internacionais tiveram o comportamento inverso, ao caírem 6,7% para um total de 1,1 milhões.

Nos primeiros nove meses de 2011, predominaram as estadias de curta duração (menos de quatro noites), que representaram 63,7% do total. Nas viagens ao estrangeiro, as estadias por quatro ou mais noites pesaram 71,6%.

As deslocações efectuadas até Setembro resultaram num total de 56,7 milhões de dormidas por parte dos turistas portugueses – mais 1,5% do que em igual período de 2010. Esta variação é explicada pelo facto de o rácio de noites por viagem ter aumentado de 4,8 para 4,9 noites.

Perto de 65% destes visitantes optou por ficar em alojamentos particulares gratuitos durante as deslocações que realizou. A fasquia sobe para 95,4% quando o motivo da viagem esteve relacionado com a visita a familiares ou amigos.

Os hotéis e pensões representaram 20,5% das escolhas dos turistas portugueses e os restantes alojamentos particulares pagos ficaram-se por 10,2%.

Por: Raquel Correia (in, http://economia.publico.pt/Noticia/portugueses-cortaram-nas-viagens-em-2011-1531756)

segunda-feira, janeiro 02, 2012

2012: Portugueses farão férias mais baratas

O ano de 2012 vai dar continuidade à procura de viagens mais económicas.
No próximo ano, os portugueses continuarão a ir de férias, mas para destinos menos longínquos, a preços mais baratos. Nalguns casos, poderão mesmo voltar aos velhos hábitos, como ir de autocarro até às praias espanholas.
"Todas as opções estão condicionadas pelo preço e não nos podemos esquecer que com o aumento dos impostos, Portugal também vai sair mais caro", alertou Eduardo Pinto Lopes. O presidente do operador turístico Sonhando recordou que os portugueses poderão beneficiar com os preços praticados em viagens para destinos fora da Zona Euro, como Marrocos, Tunísia e Cabo Verde.

No geral, os portugueses deverão optar por viagens mais curtas entre 1 hora e meia e 3 horas de avião. "E os preços dos pacotes deverão situar-se entre os 550 e os 900 euros por pessoa, estamos a falar cerca de menos 300 euros, por pessoa, do que foi este ano", referiu o mesmo responsável. Eduardo Pinto Lopes estima que a Tunísia deverá fazer preços bastante apetecíveis, com vista à recuperação deste destino turístico, após os conflitos que ocorreram este ano, o mesmo poderá acontecer com Marrocos ou com o Egipto. E Eduardo Pinto Lopes vai mais longe ao prever que os portugueses possam retomar velhos hábitos. "O avião tornou-se um meio de transporte muito mais barato", daí a escolha deste meio de transporte. Mas, "os portugueses não vão prescindir das férias, por isso podemos assistir ao regresso das viagens de autocarro para Benidorm ou Torremolinos", acrescentou o responsável.

Recentemente também surgiram "sites" de viagens "low cost" que poderão ser uma alternativa mais económica para não deixar de viajar. A Geowinds lançou três "sites" que estão direccionados principalmente a este momento de crise. O "Outletrips", da responsabilidade da Geowinds, as poupanças podem ir de cerca de 30 euros até mais de 200 euros, para férias em Portugal. Este "site" também agrega preços promocionais de férias com espectáculos. E as promoções não ficam por aqui, porque o Click2Deal também assegura poupanças de 20 a 75%.

Fonte:

Por: Ana Torres Pereira - In, Jornal de Negócios  (http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=528459) (30/12/2011)

sábado, dezembro 03, 2011

TAP de PARABÉNS!

A TAP foi distinguida pela revista norte-americana de turismo “Global traveler” como a melhor companhia aérea da Europa!
A concurso estavam outras 30 companhias aéreas e o prémio resulta de um inquérito feito a mais de 36 mil passageiros frequentes e passageiros executivos que fazem em média 16 viagens internacionais e 16 viagens domésticas por ano.



sexta-feira, setembro 09, 2011

Turismo do Alentejo volta a organizar a iniciativa “Alentejo das Gastronomias Mediterrânicas"

De 3 a 9 de Outubro, o Turismo do Alentejo volta a organizar a iniciativa “Alentejo das Gastronomias Mediterrânicas”, um festival internacional que este ano assinala a sua segunda edição e que vai decorrer em Beja, levando até esta cidade alentejana uma série de actividades ligadas à gastronomia mediterrânica, com destaque para os sabores regionais. Refeições cozinhadas por grandes chefs portugueses e internacionais, aulas de culinária, sessões de cozinha de degustação e de showcooking são algumas das actividades que constam do programa do festival, cuja entrada é gratuita.
In, Turisver.com (08/09/2011)

segunda-feira, novembro 02, 2009

Turismo de Lisboa investe 3 milhões de euros em vídeo-painéis de promoção turística

O Turismo de Lisboa vai apresentar o Canal Lisboa, uma iniciativa que visa envolver custos na ordem dos três milhões de euros, e que pretende reforçar a informação turística da cidade e da região através de dezoito vídeo-painéis estrategicamente localizados na capital. Esta plataforma promocional outdoor permitirá a divulgação em tempo real a oferta turística do destino.

in, Publituris.pt (02/11/2009)

domingo, agosto 30, 2009

Portugueses salvam ano turístico

Se não fossem os turistas portugueses, o Verão era uma autêntica desgraça." A frase foi repetida ao CM por diversos comerciantes de estâncias turísticas algarvias. E os dados da hotelaria confirmam: pela primeira vez, os portugueses lideram em número de dormidas não só em Agosto, o que já é habitual, mas também em Julho. Mesmo assim, a taxa de ocupação global regista uma quebra, desde o início do ano turístico, de 14%.
António Rosado, que aluga motos de água, na Praia da Rocha e Alvor, não tem dúvida que "a safa têm sido os portugueses", explicando que nos outros anos "70 ou 80% dos clientes eram britânicos e 20% nacionais e este ano tem sido ao contrário". Mesmo assim, o balanço do negócio é negativo: "A quebra ronda os 40%."
Na restauração, Jorge Magina confirma que "graças aos turistas portugueses o negócio tem sido razoável".
E até os próprios turistas notaram o aumento da presença lusa nas praias e esplanadas. "A crise monetária parece ter trazido mais portugueses talvez porque não há dinheiro para ir para fora do País"
In, www.correiomanha.pt (30/08/2009)